Seu bichano se esconde quando você recebe visitas?

Seu gato se esconde? Diante dos problemas, a primeira reação do felino é manter distância, observa, foge ou se esconde. Eles não conseguem resistir a esse impulso, e tentar impedir que se escondam poderia causar um estresse imenso. Isso significa que a verdadeira questão aqui deveria ser:” o meu gato se esconde das visitas, o que eu faço?”.

Os felinos têm personalidades diferentes, de extrovertidos e sociáveis ​​para cautelosos e contidos. A personalidade é estabelecida por uma combinação de influências genéticas e experiências iniciais, nenhuma das quais pode ser alterada em um gato adulto. Para ter a melhor chance de obter um gato confiante e sociável, escolha um gatinho que seja devidamente socializado e que tenha pais sociáveis.

O ponto de partida é, portanto, entender o personalidade para que você possa realmente ajudar em vez de conflitar com sua natureza subjacente. Veja como ele reage em situações em que não há pessoas desconhecidas ao redor. Quando o pet é cauteloso e facilmente se esconde, então é improvável (mas não impossível) que ele aceite estranhos.

Se o seu gato é geralmente sociável em torno da família, mas é surpreendido em determinadas situações, como quando as pessoas entram em uma sala. Ou quando há muito movimento ou ruído e se esconde. Então estas são as situações que você deve evitar com os visitantes. Os felinos costumam ter preferências específicas quando se trata de manter a distância das pessoas.

Se o pet se esconde sob as coisas, certifique-se de que há pontos bons para se esconder na sala onde as visitas estão. Particularmente aqueles próximos ao ponto de entrada/saída a sala. Teste os lugares onde ele se esconde, colocando uma tigela pequena com deleites saborosos em cada ponto. Além disso, considere instalar um difusor de feromônio felino na sala onde as visitas ficarão, pois isso marca a sala como fonte de segurança.

Em seguida, você precisa estabelecer algumas regras básicas quando receber pessoas em casa:

  • Deixe o felino tranquilo quando ele se esconde. Não o force a conhecer pessoas;
  • Quando os visitantes chegam, restrinja-os na sala da casa para que seu pet saiba que ele é livre para se deslocar pelo resto da casa. É importante manter as visitas longe das áreas de comer, beber e ir ao banheiro. Pois estes são lugares onde seu animal deve ter acesso em todos os momentos
  • Não importa o quanto a visita diga coisas como “ai que lindo, posso pegar?” ou “eu quero apertar essa fofura”, não permita que eles tentem fazer isso. Foco nessas pessoas!!!(kkkkk)

Até agora, só falamos sobre criar as condições ideais para ajudar o animal a se acostumar com as pessoas. A parte mais difícil é encorajar o seu gato a sair de onde se esconde e entrar na sala. Elabore uma lista de voluntários(amigos e família) que você pode usar para “treinamento de visitantes” e colocá-los em ordem de quão alarmante eles podem ser.

Comece com as pessoas menos assustadoras e mais confiáveis. Estimule o seu gato a sair de onde se esconde para obter algum alimento saboroso em uma tigela colocada perto de seu esconderijo. À medida que você repete os exercícios, ele se sentirá confiante para se aventurar mais. Pode adicionar mais tigelas de deleite colocadas mais longe de onde ele se esconde.

O objetivo aqui é chegar ao ponto em que seu bichano tenha a confiança de caminhar pela casa enquanto um visitante está por perto.  A medida que seu gato ganha confiança, você pode incluir outras pessoas.

Pode demorar muito tempo até construir a confiança de um gato. Principalmente se ele se esconde com frequência. Mas, com certeza e de maneira tranquila, você fará progresso.

gato se esconde

gato se esconde

Seu seu bichano se esconde veja essa história:

Lily e as visitas

A especialista em cuidados com gatos e a autora Roberta Cordeiro nos contam como Lily saiu de sua concha: “Lily se esconde debaixo da cama cada vez que recebemos visitas em casa.

“No começo, pensei que devia ser uma gata selvagem. Que nunca havia sido manipulado por humanos. Se um gatinho não conhece pessoas quando elas são muito jovens, elas sempre terão medo deles. Os primeiros sinais de que Lily não era feral veio quando ela começou a sair de onde se esconde e deixar – somente eu – acariciá-la.

“Depois de cerca de seis meses, ela começou a aceitar outros humanos. No início, ela se esquivou com as enfermeiras que costumavam comparecer regularmente ao meu marido doente. Ela começou a entrar na sala enquanto eles estavam lá, olhando-os a uma distância e depois lentamente. Ao longo dos meses, permitiu-lhe acariciá-la.”

“Minha parte em mudar seu comportamento era passiva. Nunca a obriguei a estar em um quarto com outras pessoas. Uma vez que soube que ela tinha uma escolha e que ninguém iria forçar afeição ela ficou mais relaxada. Hoje em dia, ela ainda não gosta de estranhos ruidosos, mas já não se esconde debaixo da cama “.


Se você gostou de saber o porque seu gato se esconde. Então esses artigos podem te ajudar:

Tem um gatinho novo em casa, veja essas dicas de cuidados. -> Gatinho novo

Conheça os 20 gatos mais famosos da internet. -> Gatos famosos

Comments

comments

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *